1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

Qual a Diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Real?

Ao abrir uma empresa você deve coloca-la em um regime tributário de acordo com suas principais características e ganhos. Atualmente há três tipos de regimes que podem ser adotados pelos proprietários de empresas, cada um com suas próprias características e indicações. Antes de escolher qualquer um dos regimes é fundamental conhece-los, para que assim possa efetuar uma escolha certa.

Entenda a seguir qual a diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Real.

O que é Simples Nacional?

O Simples Nacional foi criado em 2006 e consiste em um regime de impostos unificado. Ele tem o objetivo de simplificar o pagamento de tributos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. No Simples Nacional você encontra todos os tributos que precisa pagar em uma única folha, ou seja, paga tudo de uma só vez.

Qual a diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Real? (Imagem: Divulgação)

Qual a diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Real? (Imagem: Divulgação)

Esse sistema é indicado para empresas que tenham um lucro bruto de até R$3,6 milhões. O recolhimento é feito por meio da Guia Única – DAS e todas as empresas participantes ainda usufruem de outros benefícios. As principais empresas que se enquadram no Simples Nacional são aquelas com margens de lucro médias e altas, e que possuem custos operacionais baixos. Sem falar que as mercadorias não podem estar no regime de Substituição Tributária.

Lucro Presumido 2017

O Lucro Presumido é outro regime de impostos e tem como principal característica o fato do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica e a Contribuição Social sobre o Lucro possuírem uma margem de lucro pré-fixada por lei. Isso significa que ainda que a empresa tenha obtido uma margem de lucro maior, a tributação será feita somente sobre a margem pré-fixada.

Por lei as margens pré-fixadas são de 8% para atividades industriais e de comércio, e 32% para atividades de serviços. Entretanto é fundamental contratar um contador para tratar dessa parte do assunto para sua empresa. O Lucro Presumido é indicado principalmente para as empresas com um faturamento de até R$78 milhões, que possuem poucos custos operacionais e que as margens de lucro geralmente são maiores do que a pré-fixada.

Qual a diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Real? (Imagem: Divulgação)

Qual a diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Real? (Imagem: Divulgação)

O que é Lucro Real?

O Lucro Real é um regime tributário que, em muitos casos, deve ser adotado obrigatoriamente por algumas empresas. Algumas empresas são obrigadas a adotar o Lucro Real devido à atividade que exercem ou por terem um faturamento maior do que R$78 milhões.

As empresas participantes do Lucro Real calculam o PIS e a COFINS de 9,25% sobre o faturamento, por meio do regime não cumulativo. Nesse regime tributário as empresas ainda podem ter que arcar com gastos adicionais de operação para manter um controle contábil financeiro adequado, sendo necessário contratar profissionais para isso.

Qual a diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Real? (Imagem: Divulgação)

Qual a diferença entre Simples Nacional, Lucro Presumido e Real? (Imagem: Divulgação)

As empresas que se enquadram no Lucro Real são aquelas com faturamento maior do que R$78 milhões, que possuem margens de lucro baixas ou prejuízo, aquelas com um custo de operação alto e que possuem mercadorias no regime de Substituição

Tributária. Se você ainda não tem certeza de qual regime adotar para sua empresa, contate um profissional e solicite sua ajuda.

Recomendados para você:

Comente (será moderado)