1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

PGMEI – Como gerar a 2° via do boleto

O PGMEI é o programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional destinado ao Microempreendedor Individual, trata-se do sistema eletrônico que o microempreendedor gera a guia para arrecadar o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

Acesse o PGMEI – Como gerar a 2° via do boleto e fique em dia com o Simples Nacional (Imagem: Divulgação)

O programa PGMEI foi implementado pela lei n°123 no ano de 2006  e regulamenta o DAS, que é a taxa de imposto cobrado ao microempreendedor, no qual realiza o recolhimento de impostos como IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, IPI, ISS além da contribuição da previdência.

O acesso ao programa se dá exclusivamente pelo site da receita da fazenda pelo portal do Simples Nacional, e pode ser conferido no site.

PGMEI – Simples Nacional Boleto

O MEI é a sigla para o Microempreendedor Individual, destinado a pessoas que possuem um faturamento de até R$5.000,00 por mês.

O MEI foi criado para tirar da informalidade e regulamentar pessoas que trabalham por conta própria ou querem empreender, para isso foi criado o MEI, pois através dele é possível criar um CNPJ, emitir notas fiscais, contratar funcionários registrados e ainda contribuir para o INSS.

Este MEI é arrecadado pela guia DAS, no qual o pagamento desta guia te dará o direito de auxílios previdenciários, auxilio maternidade, auxílio doença, aposentadoria e etc.

Modelo de guia de pagamento do Simples Nacional (Imagem: Divulgação)

Porem primeiro é necessário se cadastrar junto a receita federal como MEI e a partir daí gerar os boletos diretamente no site.

PGMEI – Simples Nacional em atraso

Se por algum motivo você não conseguiu pagar sua guia ou esqueceu de realizar o pagamento de alguma mensalidade de sua guia DAS, saiba que o Ministério da Fazenda disponibiliza através do programa PGMEI a sua 2° via do boleto para pagamento.

Necessário seguir o seguinte passo a passo:

  • Basta entrar no site: http://www8.receita.fazenda.gov.br
  • Optar pelo “Simples Nacional”
  • Ir até a aba “Serviços mais procurados”
  • Selecionar PGMEI
  • Depois inserir os dados do CNPJ e colocar os caracteres para verificação e clica em continuar
  • Seu boleto estará atualizado e você poderá realizar o pagamento da guia.

Simples Nacional CGSN

O CGSN é o Comitê Gestor do Simples Nacional, no qual regulamenta todas as categorias que estão presentes nas diversas modalidades de empresas.

O simples Nacional é o regime de tributação para microempreendedores e pequenas empresas que possuem faturamento anual de R$ 3,6 milhões à o limite que será de R$ 4,8 milhões anuais.

Este regime tributário trata-se de uma forma simplificada para arrecadação de impostos, pois unifica todos, facilita em concorrências públicas e regulamenta as contribuições trabalhistas, todas estas taxas são unificadas e são pagas através da guia DAS.

Esta guia DAS deve ser contribuída mensalmente pelo microempreendedor ou micro pequena empresa, e unifica os seguintes impostos:

  • Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ)
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins)
  • Contribuição para o PIS/Pasep
  • Contribuição Patronal Previdenciária (CPP)
  • Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS)
  • Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Simples Nacional – 2° vida do Boleto

E por algum motivo você não pagou a guia de recolhimento DAS do Simples Nacional não tem problema, a receita federal faz gratuitamente através de seu site a atualização do boleto para pagamento.

2ª Via do Documento de arrecadação do Simples Nacional (Imagem: Divulgação)

Para a emissão de 2° via do boleto do Simples Nacional basta acessar o site da receita federal , ir até a aba de serviços mais procurados e selecionar a guia que deseja.

Após isso, é necessário inserir informações como o CNPJ, e informações dos caracteres para verificação de dados, clicar no botão continuar e pronto, sua nova guia poderá ser paga.

Recomendados para você:

Comente (será moderado)